GRÃO DE AREIA

Voltas

Posted in Pessoal by Artemisa on 22 de Agosto de 2010

“…Na antiguidade era conhecida pelo nome de Montes Hermínios, sendo considerada pelos antigos como o local de origem dos primeiros Lusitanos; na Serra da Estrela, as condições agrestes características da vida nas montanhas moldaram os homens e as suas construções, tornando uns e outros característicos desta pitoresca região de Portugal”.

Covão d'Ametade

Não chegar muito perto não vão alterar o humor...

Covão D'Ametade - Rio sem água!

Vale Glacial do Zêzere

Os três Cântaros: Raso, Magro, Gordo

Este local é, de há longa data, um dos ex-libris da Serra da Estrela. A cascata, com cerca de 10 metros, deve-se à variação da litologia dos locais atravessados pela Ribeira de Leandres. O curso de água, que corre em rochas graníticas, encontra uma barreira natural resistente de rochas endurecidas pelo metamorfismo de contacto, despenhando-se após o seu atravessamento.

Poço do Inferno sem a sua queda de água

Em pleno Parque Natural da Serra da Estrela, a 7km de Manteigas, atravessado pelo Rio Zêzere, o Skiparque oferece a possibilidade de fazer Ski e Snowboard todo o ano em pistas sintéticas. O complexo dispõe ainda de um Parque de Campismo, Parque Aventura e uma Praia Fluvial.

As duas andorinhas em excursão

A Serra da Estrela continua a ser a Rainha e a sua imensidão revela-se a cada curva, a cada dobra vigorosa dos relevos, assim a vontade empurre a curiosidade para o interior deste mundo que o Inverno torna escondido, inacessível, tantas vezes, inesperado. Mas se os nevões, o frio e a névoa do Inverno atraem multidões e são as imagens de marca da Estrela, é nos restantes meses do ano que a grande Serra se revela verdadeiramente. Seja como for, de Verão ou de Inverno, a verdade é que uma subida à Estrela  é sempre um acontecimento marcante.

Anúncios
Tagged with: