GRÃO DE AREIA

Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor

Posted in Notícias by Artemisa on 23 de Abril de 2010

“A leitura de um bom livro é um diálogo incessante: o livro fala e a alma responde.”

André Maurois

No dia 23 de Abril de 1616 faleceram Cervantes, Shakespeare e o Inca Garcilaso de la Vega. Na mesma data nasceram – ou morreram – outros escritores eminentes como Maurice Druon, K. Laxness, Vladimir Nabokov, Josep Pla ou Manuel Mejía Vallejo.

Por este motivo, a data tão simbólica para a literatura universal foi escolhida pela Conferência Geral da UNESCO para prestar uma homenagem mundial ao livro e aos seus autores, e estimular todos, em particular os mais jovens, a descobrir o prazer da leitura e respeitar a valiosa contribuição dos criadores do progresso social e da cultura e, assim a partir de 1996 foi  oficialmente instituído o dia 23 de Abril como o Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor. A ideia desta celebração começa na Catalunha, onde neste dia é tradição dar uma rosa a quem compra um livro.

O Dia Mundial do livro é, hoje em dia, comemorado em todo o mundo com diversas iniciativas, quer por parte das entidades oficiais, quer mesmo pelas entidades particulares como livrarias ou papelarias, até pelo lado comercial que também lhe está inerente.

Seja em livrarias, escolas, bibliotecas, através de conferências, seminários, exposições, debates, feiras do livro ou simplesmente um espaço aberto para se contar e ouvir uma história, o fundamental é haver divulgação da importância e da diferença que uma leitura pode ter.

Um livro pode influenciar uma vida, uma decisão, pode criar um sonho ou matá-lo.

Alimenta a Razão com saber, conhecimento e cultura.

Desenvolve o nosso espírito crítico, a imaginação, a criatividade, o entendimento do que nos rodeia.

Ajuda-nos a pensar, a reflectir, a descobrir, a investigar.

Faz-nos divertir, viajar, descontrair.

Estimula a aculturação, adaptação, integração e estruturação da nossa personalidade.

Ler é essencial. Através da leitura, testamos os nossos próprios valores e experiências com as dos outros. No final de cada livro ficamos enriquecidos com novas experiências, novas ideias, novas pessoas. Eventualmente, ficaremos a conhecer melhor o mundo e um pouco melhor de nós próprios.

Nada desenvolve mais a capacidade verbal que a leitura de livros. Na escola aprendemos gramática e vocabulário. Contudo, essa aprendizagem nada é comparada com o que se pode absorver de forma natural e sem custo através da leitura regular de livros.

Termino como comecei…

“Meus filhos terão computadores, sim, mas antes terão livros. Sem livros, sem leitura, os nossos filhos serão incapazes de escrever – inclusive a sua própria história.”

Bill Gates

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: